Calma é uma instalação fotográfica concebida e realizada em parceria com os artistas Lana Mesic e Thomas Kuijpers.

O trabalho foi exibido pela primeira vez a convite da I FotoBienalMASP 2013, com curadoria de Ricardo Resende.

OUTRAS EXPOSIÇÕES
_ FotoBienalMASP - Museu Oscar Niemeyer - Curitiba - PR
_ Ficção Geográfica - Zipper Galeria - São Paulo - SP
_ Young Art Night – Van Abbemuseum – Eindhoven - Holanda


Os momentos mais mágicos na vida acontecem na encruzilhada entre o esperado e o arrebatamento de algo que nos tira do chão.

Jamais imaginamos que conheceríamos alguém como Rolf, e muito menos as consequências que nosso encontro teria. Beirando os quarenta anos e no limite da razão, Rolf nos confessou que estava em busca do pai desaparecido. Sem nada a perder, jogou tudo para o alto na Holanda e veio procurar esse homem indefinido. Foi o destino que fez com que nossos caminhos se cruzassem.

Rolf tinha uma loucura magnética e inflamatória. Nos deixamos levar e, em certo ponto, fomos sugados por seu frenesi. As pistas que ele seguiu na busca pelo pai passaram a ser também nossas pistas. Seus passos foram nossas diretrizes. E foi Rolf quem nos levou ao edifício Joelma, palco de um dos maiores incêndios já registrados no Brasil, no ano de 1974. Foi ali que seu pai teria sido visto pela última vez. Estaria ele morto ou vivo? A pergunta permanece sem resposta.

Buscamos nas páginas da História e encontramos acontecimentos ainda mais perturbadores que aconteceram naquele mesmo território. E, como também acontece em outras histórias, no ponto onde culminam todos os acontecimentos passados e presentes, perdemos Rolf. Ele desapareceu sem dizer nenhuma palavra, deixando apenas um mapa gigante em seu quarto de hotel, decorado com garrafas de cerveja, bitucas de cigarro, lixo e pensamentos enlouquecidos. O que nos resta a fazer é colocar este encontro em suspensão. Deixar que doces ondas de torpor transformem a tragédia.





Cinemas em Rede

Próximo projeto

Ver mais